Reverência ao destino...




Falar é completamente fácil, quando se tem palavras em mente que expressem sua opinião.
Difícil é expressar ´por gestos e atitudes o que realmente queremos dizer, o quanto queremos dizer, antes que a pessoa se vá.


Fácil é julgar pessoas que estão expostas pelas circunstâncias.
Difícil é encontrar e refletir sobre os seus erros, ou tentar fazer diferente
algo que já fez muito errado.

Fácil é ser colega, fazer companhia a alguém, dizer o que ele deseja ouvir.
Difícil é ser amigo para todas as horas e dizer sempre a verdade quando for preciso,
e com confiança no que diz.

Fácil é analisar a situação alheia e poder aconselhar sobre esta situação.
Difícil é vivermos esta situação e saber o que fazer ou ter coragem pra fazer.

Fácil é demonstrar raiva e impaciência quando algo o deixa irritado.
Difícil é expressar o seu amor a alguém que realmente te conhece,te respeita e te entende,
e é assim que perdemos pessoas especiais.

Fácil é mentir aos quatro ventos o que tentamos camuflar.
Difícil é mentir para o nosso coração.

Fácil é ver o que queremos enxergar.
Difícil é saber que nos iludimos com o que achávamos ter visto,
 admitir que nos deixamos levar, mais uma uma vez, isso é difícil.

Fácil é dizer  "oi" ou  "como vai?"
Difícil é dizer "adeus", principalmente quando somos culpados pela partida de
alguém de nossas vidas.

Fácil é abraçar, apertar as mãos, beijar de olhos fechados.
Difícil é sentir a energia que é transmitida, aquela que toma conta do corpo como
uma corrente elétrica quando tocamos a pessoas certa.

Fácil é querer ser amado.
Difícil é amar completamente só.
Amar de verdade, sem ter medo de viver, sem ter medo do depois.
Amar e se entregar,
e aprender a dar valor somente a quem te ama.

Fácil é ouvir a música que toca.
Difícil é ouvir a sua consciência, acenando o tempo todo,
 mostrando nossas escolhas erradas.

Fácil é ditar regras.
Difícil é segui-las. Ter a noção exata de nossas próprias vidas,
ao invés de ter noção das vidas dos outros.

Fácil é perguntar o que deseja saber.
Difícil é estar preparado para escutar esta resposta ou querer entender a resposta.

Fácil é chorar ou sorrir quando der vontade.
Difícil é sorrir com vontade de chorar ou chorar de rir, de alegria.

Fácil é dar um beijo.
Difícil é entregar a alma, sinceramente, por inteiro.

Fácil é sair com várias pessoas ao longo da vida.
Difícil é entender que pouquíssimas delas vão te aceitar como você é
e te fazer feliz por inteiro.

Fácil é ocupar um lugar na caderneta telefônica.
Difícil é ocupar o coração de alguém, saber que se é realmente amado.

Fácil é sonhar todas as noites.
Difícil é lutar por um sonho.

Eterno, é tudo aquilo que dura uma fração de segundo, mas com tamanha intensidade,
que se petrifica, e nenhuma força jamais o resgata.

* Carlos Drummond de Andrade, nasceu em Minas ferais, em 31 de outubro de 1902 na cidade de Itabira, cidade cuja memória viria a permear parte de sua obra. Faleceu no Rio de Janeiro em 18 de agosto de 1987, foi poeta, contista e cronista brasileiro. Sua escola foi a tradição e o modernismo.

Desejo a todos os amigos uma linda e abençoada semana.
Até o próximo se Deus quiser.

Beijos carinhosos.

33 comentários :

  1. Olá amigos! Deixo aqui o meu carinho e agradecimento a cada um de vocês pelas visitas e pelo carinho que dedicam a esse espaço que tanto amo.. Sempre gostei de responder a cada comentário deixado carinhosamente aqui no blog, mas ultimamente o meu tempo anda um bocadinho escasso me impossibilitando de estar interagindo da maneira que gostaria.
    Obrigada de coração a cada amigo(a) que por aqui passarem.
    Beijos com carinho e minha gratidão.
    Deus abençoe a todos.

    ResponderExcluir
  2. Oi, Marilene! Gostei muito desta mensagem. Muito obrigada por seu comentário em meu blog. Bom fim de semana! Beijocas, Lylian

    ResponderExcluir
  3. Esse texto é maravilhoso e faz um bem danado ler! Lindo! beijos,tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  4. Amei o texto!! Bom pra refletirmos!!
    Beijos no coração!!!! Soninha.

    ResponderExcluir
  5. Olá, querida Marilene.

    Drummond é sempre Drummond.

    "Construir" é sempre tão difícil, mas destruir é tão fácil.

    Há instantes que são melhores que a eternidade.

    Precisamos de pureza, em nossos corações.

    Linda noite.
    Beijos afetuosos da Luz.

    ResponderExcluir
  6. Oi Mari, bom seria se colocássemos em pratica pelo menos uma ou duas dessa lista perfeitamente difícil .Porque fazer o que é fácil, qualquer um faz, o difícil é que é o difícil...

    Bjsss amiga. E não se preocupe, sabemos que temos uma vida real e nem sempre dá para ficarmos presente nos blogs. Quem não intende isso não tem uma vida.

    ResponderExcluir
  7. bom diaaaa

    Nada na vida é fácil, estamos mais propensos a errar do que acertar.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  8. Oi Marilene,

    Esse texto do Drummond é profundo e poético. Lindo!
    Bjs e ótimo final de semana

    ResponderExcluir
  9. Antes de juzgar, debemos ponernos en los zapatos del otro, entenderlo desde sus circunstancias para saber si podemos entenderlo. Y tal vez ni así lo podríamos juzgar.

    ResponderExcluir
  10. Bonito texto; nos invita a reflexionar sobre palabras y valores que tenemos abandonados y deberíamos tenerlos siempre presentes como amor, generosidad, empatía, valor...

    Besos.

    ResponderExcluir
  11. Sabe acho que preciso aprender à julgar menos, em especial em coisas que eu não faço e que acho errado as pessoas fazerem. Sempre procuro refrear depois de notar a tendência, ao menos conforme vamos vivendo temos de ir aprendendo.
    Que sorte ter conhecido uma amiga tão bacana e gentil, obrigada pelo carinho.
    Tenha um final de semana maravilhoso como você merece, beijãzão!!

    ResponderExcluir
  12. Drummond, um dos grandes poetas que continua inspirando os poetas mais jovens. Textos de Drummond é sempre válido republica-los.

    Bonito seu blog, parabéns!!

    Abraço

    ResponderExcluir
  13. Olá Marilene!
    Parabéns pela escolha do texto,
    este é um dos mais belos poemas de Drummond...
    Bjs!

    ResponderExcluir
  14. Olá Marilene
    “A beleza e o sentido da vida estão contidos em gestos de carinho e delicadezas... além das palavras de apoio e incentivo oferecidos nos momentos em que mais precisamos.” Hoje venho agradecer o teu carinho, a tua amizade e tua compreensão pela minha ausência na tua linda casa virtual. Obrigada pela presença constante e por seu afago sempre recheado de amor e ternura.
    Beijos de amizade no teu coração
    Gracita

    ResponderExcluir
  15. Oi Marilene, hoje passei para deixar o meu carinho.
    Amiga, uma pessoa querida,deixou no comentário esse lindo verso eu achei um carinho sem igual. Um mimo que estava precisando. Estou repassando este gesto lindo pra você que é muito especial.
    Deixo pra você um sorriso
    Com cheirinho de amizade
    Um beijo em sua face
    Com desejos de felicidade
    Deixo ,também minha mão
    Acaso você precisar
    Um afago em seu coração
    E um ombro para ninar
    Deixo pra você meu carinho
    Mas não esqueça de vir
    Aquecer o meu cantinho com sua visita pois és muito importante e Sou alguém, que de ti precisa
    para seguir a sorrir e continuar com este trabalho na blogsfera.
    Fica na paz de Deus, que Ele ilumine seus passos hoje e sempre.
    Abraços da amiga Lourdes
    Meus blogs: http://professoralourdesduarte.blogspot.com.br/
    http://filosofandonavidaproflourdes.blogspot.com.br/


    ResponderExcluir
  16. Querida Marilene, que grande escolha!
    C. Drummond de Andrade é um dos meus poetas preferidos, e esse poema vale pelo todo, já que cada verso expressa tanta sabedoria de forma tão poética que não se consegue destacar nenhum verso como especial porque todos o são.
    Mas que ouçamos sempre a música com prazer, e que a nossa consciência nunca nos pese
    xx

    ResponderExcluir
  17. Boa tarde amiga Marilene!!!
    Lindo e verdadeiro texto de Drummond.
    Feliz e Abençoada Semana!!!
    Bjokas...da Bia!!!

    ResponderExcluir
  18. Através dos blogues da Chica tomei conhecimento do seu blogue e já me
    registei como seguidora. Virei sempre que possa.
    Bj.
    Irene Alves

    ResponderExcluir
  19. Um poema muito bem escolhido que nos toca o coração, a alma e a mente...
    Amei!
    Bjs
    Vania

    ResponderExcluir
  20. Perfeito o texto é uma reflexão para pensar, Marilene passando pra desejar uma ótima semana beijos.
    http://www.lucimarestreladamanha.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  21. Que saudades de suas pérolas,Marilene!

    Não retornei totalmente,pois meu marido vai operar.

    Programo alguns posts que entram automaticamente.

    E venho sempre que posso liberar os comentários e agradecer,como faço com você agora.

    Continua em meus blogs favoritos,amiga.

    Beijokas e até breve

    Linda semana!


    Donetzka

    Blog Magia de Donetzka

    ResponderExcluir
  22. Texto maravilhoso, maravilhosa partilha!
    Obrigada!
    maria

    ResponderExcluir
  23. Marilene, vim fazer uma visitinha e deixar meu carinho.
    Super Beijos da Tatá!!!

    ResponderExcluir
  24. Olá Marilene, que texto esplendido!
    Estou retribuindo a visitinha que você me fez e já estou te seguindo.
    Serás sempre bem vinda na minha sala.

    Abraços

    ResponderExcluir
  25. Resumindo:
    Dar palpites é fácil. Difícil é mostrar com atitudes.
    Bjs

    ResponderExcluir
  26. Olá amiga querida
    O Drummond é soberbo em suas colocações tão perfeitas! E como seríamos felizes se colocássemos em prática alguns destes ensinamentos
    Beijos com carinho e saudades

    ResponderExcluir
  27. É com certeza fácil falar!
    Mas nem sempre é possível
    Quando a inspiração não estar
    Sem imaginação é difícil
    As palavras expressar!

    Obrigado pela visita,
    Desejo uma boa noite para você,
    amiga Marilene, um beijo
    Eduardo.

    ResponderExcluir
  28. Adoro Drumond, e o texto é ótimo
    é fácil falar e dificil é mostrar as atitudes de cada um.....

    Abraços com carinho!

    └──●► *Rita!!

    ResponderExcluir
  29. Voltei pra agradecer o carinho pelo niver! Obrigadão,beijos,chica

    ResponderExcluir
  30. Estou alegre por encontrar blogs como o seu, ao ler algumas coisas,
    reparei que tem aqui um bom blog, feito com carinho,
    Posso dizer que gostei do que li e desde já quero dar-lhe os parabéns,
    decerto que virei aqui mais vezes.
    Sou António Batalha.
    Que lhe deseja muitas felicidade e saúde em toda a sua casa.
    PS.Se desejar visite O Peregrino E Servo, e se o desejar
    siga, mas só se gostar, eu vou retribuir seguindo também o seu.

    ResponderExcluir
  31. Oi,Marilene! Nada como Carlos Drumond de Andrade! Amei! Desejo um ótimo fim de semana para você. Fique com Deus! Beijocas, Lylian

    ResponderExcluir
  32. Marilene, sempre estamos entre o fácil e o difícil, E nessa luta muitas vezes pelo cansaço deixamos o fácil, o fútlil e o instável prevalecer. Adoro Drummond,sempre atual e único, parabéns pela postagem.
    Bjkas doces

    ResponderExcluir

Olá ! Sua visita é muito importante pra mim... Ela enche meu coração de alegria...Não saia sem deixar o seu carinho...Beijos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Folhas Flores e Sutilezas... © Copyright 2013. Design by Jaah Templates da Jaah .